Posts

Incompatibilidade entre RM da coluna vertebral e sintomas do ciático

A ressonância magnética (RM) da coluna vertebral não é um bom exame diagnóstico para pessoas com dor ciática que persista ou recorra após tratamento.

Os resultados do exame tiveram pouca relação com os sintomas em um estudo dos Países Baixos, e um editorial associado orienta que os médicos evitem as imagens nessa situação (pág. 1056). Exames da coluna vertebral já são usados em excesso e notórios por encontrar anormalidades de relevância dúbia que desencadeiam uma cascata de outros exames e tratamentos.

O último estudo comparou os resultados do exame aos sintomas em 283 participantes de ensaios clínicos um ano após cirurgia ou tratamento conservador para dor ciática e hérnia de disco lombar (ambos os tratamentos tiveram equivalente bom desempenho). Um terço dos participantes (14/43) com sintomas persistentes ou recorrentes apresentaram disco herniado no exame de seguimento, embora o mesmo tenha ocorrido com um terço daqueles sem sintomas (79/224). Além disso, 85% dos pacientes com hérnia de disco não apresentavam sintomas depois de um ano (79/93), assim como 83% daqueles sem hérnia de disco (145/174).

Testes tradicionais de precisão diagnóstica confirmaram que as ressonâncias da coluna vertebral não distinguem entre pacientes com e sem sintomas um ano depois do tratamento (área sob a curva ROC 0,48, IC 95%, 0,39 a 0,58). Os exames identificaram significativamente mais discos herniados e compressões de raízes nervosas um ano após o tratamento conservador do que um ano após a cirurgia, mas nenhuma das anormalidades foi associada a desfecho ruim.
N Engl J Med 2013;368:999-1007

 

Para mais informações entre em contato conosco pelas redes sociais ou agende uma avaliação:

Moving Saúde
Tel: (62) 4013-6464
Cel: (62) 98409-7799
End. Rua 147, n 75, (Academia Bodytech)
Setor Marista, Goiânia-GO